46 tiros atingiram 15 dos 23 mortos na Operação Escudo na Baixada Santista em um mês, apontam laudos

0
240

Os laudos do Instituto Médico Legal (IML) de 15 dos 23 mortos Baixada Santista nos 30 dias de Operação Escudo apontam que 46 tiros acertaram e mataram homens que eram considerados suspeitos pela polícia e teriam entrado em confronto com as equipes, segundo a versão da Polícia Militar. A 23ª vítima, um adolescente de 15 anos, foi morta nesta segunda-feira (28), quando a ação completa um mês.

Um deles é o de Felipe Vieira Nunes, que levou sete tiros disparados por agentes da Rota no Guarujá. A ação não foi registrada porque câmera estava sem bateria.

600 homens e mulheres, de diferentes batalhões do estado de São Paulo, se revezam 24 horas por dia no policiamento das ruas da baixada. O efetivo extra faz parte da operação que começou depois do assassinato do soldado da Rota Patrick Bastos Reis, durante patrulhamento na comunidade Vila Júlia, no Guarujá, no dia 27 de julho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui