Vacinação de crianças

0
70

O governo federal anunciou nesta terça-feira (4) que a maioria das pessoas que responderam à consulta pública on-line sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 se opõe à necessidade de receita médica para imunização dessa faixa etária. O resultado foi apresentado pela secretária extraordinária de enfrentamento à Covid-19, a médica Rosana Leite de Melo, durante a audiência realizada pela pasta para discutir o tema. O ministro Marcelo Queiroga já havia se posicionado a favor da receita. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que já havia recomendado a imunização infantil, não participou da reunião.

Estiveram presentes integrantes de sociedades médicas e científicas que defenderam a campanha voltada a crianças. Já representantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados indicados por uma deputada federal bolsonarista usaram informações incorretas e distorcidas para questionar a vacinação. Um deles argumentou que o imunizante ainda é “emergencial”, mas isso não é verdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui