Bolsonaro vira aliado número 1 do presidente do PL, condenado e preso no mensalão

0
376

O presidente da República, Jair Bolsonaro, se filiou ao PL( Partido Liberal), e ao realizar seu discurso no ato de filiação ao partido do centrão, chegou a dizer a Valdemar da Costa Neto, ex-condenado por corrupção no mensalão, que ” viverá uma relação de de marido e mulher com o partido”.

Cai por terra mais uma vez, o discurso de Bolsonaro e seus filhos, que sempre fizeram investidas contra os partidos que compunham o centrão. Cai por terra ainda o discurso de Bolsonaro, que foi o carro mestre de sua campanha em 2018 , o de lutar contra os corruptos e corruptores.

Em 2012, Valdemar Costa Neto, presidente do PL, partido que o presidente Bolsonaro se filiou para tentar a reeleição no próximo ano, foi preso e condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro a 7 anos e 10 meses no mensalão, e recebeu uma multa de 1,6 milhão de reais. Em 10 de novembro de 2014, o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, autorizou que Costa cumprisse o restante da pena do mensalão em prisão domiciliar.

O certo é que, Bolsonaro chafurda no mesmo lamaçal de onde nunca saiu desde que entrou para a política.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui