Eleição Presidência da Câmara: Gustavo Marques sai vencedor, mas o resultado requer cuidados!

1
5396

Passada a euforia da eleição para a presidência da câmara municipal, agora é o momento de analisar a conjuntura política apartir da ótica escatológica atual e futura da política formosense.

Em um primeiro momento, podemos dizer que o prefeito Gustavo Marques saiu campeão na queda de braço entre a chapa formada por seu candidato o vereador, Ceguinho, e a candidata de oposição Roberta Brito. Esta última, aliás, hoje considerada  uma verdadeira “Lagarta que está transformando-se em borboleta”, ou seja, em sua trajetória política, a mesma virou uma verdadeira “metamorfose”. Aquela que peitou o sistema e ainda levou consigo mais 5 votos. O preço dessa ousada atitude, como dizem por ai: ” só deus sabe”.

Esta eleiçâo apesar de mostrar uma hegemonia de Ernesto Roller, Gustavo Marques e do vereador e atual presidente Mundim, elegendo Ceguinho Presidente da câmara Municipal de Formosa-GO, tal vitória deve ser interpretada por outra vertente. Então vamos lá.

Levendo em consideração que , o vereador Ceguinho obetve 10(Dez)votos (somado o seu proprio voto), e a veradora Roberta Brito obteve 6(Seis) votos( somado o seu próprio voto), qualquer escorregão da base, pode siginifcar uma derrota aos planos do  executivo Municipal.

Mais como assim ? Ora essa, bastam três escorregões, somados aos 6( seis)votos recebidos pela vereadora Roberta Brito, para se formar uma base forte de oposição ao governo de Formosa. E posso afirmar,  tem vereador que se “empinar a carroça’, pode ajudar a compor um casulo forte.

O que fica claro? fica claro que a borboleta politicamente só” polinizou ” para futuramente sugar o melhor do “néctar.”

Por, Rony Lima

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui