Morre mais uma criança no Hospital Municipal de Formosa. De quem é a culpa?

0
3508

Morre mais uma criança de forma desumana no Hospital Municipal da Cidade de Formosa-GO.

Mesmo após o Presidente dos Direitos Humanos na cidade de Formosa, O doutor Fábio Marques, conseguir liminar do desembargador favorável para que a criança conseguisse um leito de UTI em Goiânia, a decisão judicial não foi respeitada e a criança veio a óbito no hospital Municipal após aproximadamente mais de 3 dias de espera.

Há alguns meses atrás o prefeito Gustavo Marques comemorou a regionalização do Hospital Municipal e o discurso era de que com a regionalização vidas seriam poupadas.

Ai vem à pergunta: Para quê a regionalização da Saúde Municipal se o estado não está conseguindo se quer manter um leito em UTI? Pura politicagem?

O advogado e também presidente dos Direitos Humanos no Município de Formosa corroborou ainda ao site a sua indignação com a inércia do hospital municipal e da saúde publica estadual. Frisou que: “a saúde no estado e no Município só mudará quando pessoas compromissadas de verdade com a saúde passarem a olhar pelas camadas mais humildes da sociedade”.

O secretário de Saúde do Município tem um grau de parentesco com o Prefeito Municipal Gustavo Marques, e o que se ouve nos bastidores é que o mesmo se quer é formado na área da Saúde. Será o clientelismo  um dos grandes responsáveis pelas vidas perdidas na saúde pública municipal?

Veja a decisão do desembargador favorável a emergência de UTI para a criança:

 

Por, Rony Lima

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui